Jardim

Androsace villosa


Generalitа


O gênero Androsaceaa inclui cerca de quarenta espécies de plantas alpinas perenes, difundidas na Europa, Ásia e América do Norte, geralmente em altitudes acima de 1500 m. Geralmente, as plantas desse gênero, como a Androsace villosa, constituem pequenos arbustos, de 7 a 10 cm de altura, densamente ramificados, com pequenas folhas ovais e pontiagudas, frequentemente cobertas por uma espessa camada esbranquiçada.
As hastes da planta são finas e de cor avermelhada, muito ramificadas e também pubescentes. Todos eles carregam folhas globulares na base que formam lindas rosetas e folhas.
No final da primavera, produzem numerosas flores pequenas, simples ou em cacho, com 5 pétalas, brancas ou rosa claro.
As flores posteriormente se transformam em frutas, cápsulas globosas contendo poucas sementes que amadurecem no outono e são retiradas da planta.
Eles são amplamente utilizados em jardins de rochas, onde a cobertura do solo é usada para criar manchas de vegetação compacta, mesmo em paredes de pedra seca.

Exposição



Em geral, as plantas de Androsace villosa precisam de locais expostos ao sul ou leste, com bom brilho e exposição ao sol, mas possivelmente com o sistema radicular à sombra, especialmente nos meses mais quentes do ano; eles não precisam de proteção no inverno porque adoram climas frios e podem suportar temperaturas muito severas. Algumas espécies, como A. septentrionalis, Androsace villosa e Androsace glacialis, precisam de locais sombreados e frios, muito bem ventilados, para os meses de primavera e verão; as outras espécies, A. carnea, A, lanuginosa ou A. sarmentosa, são de cultivo mais simples e suportam melhor o calor do verão, embora seja necessária uma boa ventilação e sombreamento parcial.

Rega



o androsace pode suportar até longos períodos de seca, mas é bom fornecer água às raízes regularmente, de março a outubro; a proximidade das pedras pode facilitar o cultivo, garantindo a presença de maior quantidade de umidade. No inverno, é bom não regar as plantas, seria melhor colocá-las longe da água, principalmente no que diz respeito às espécies mais delicadas. Eles não gostam de fertilizar em excesso, fornecendo fertilizantes para plantas com flores, de março a outubro, a cada 30-40 dias.

Terra


Essas pequenas plantas precisam de um solo bastante rico e muito bem drenado, composto de turfa, areia e material incoerente; geralmente se instalam nas fendas das paredes ou nos jardins de pedras, não precisam de grandes quantidades de terra para se desenvolver.
Na natureza, é fácil encontrar essas plantas em áreas de calcário rochoso e em prados ricos em detritos e pedras que variam de 1000 a 2500 metros.

Multiplicação


As hastes rasteiras tendem a enraizar-se quando tocam o chão; é possível pegar porções delas após a floração e desenvolvê-las em recipientes para serem mantidos em local sombreado; no verão é possível semear em canteiros para se manter úmido e longe da luz solar. As novas plantas serão plantadas quando desenvolverem um sistema radicular vigoroso.

Androsace villosa: Pragas e doenças


Em locais excessivamente quentes e com pouca ventilação, eles podem ser atacados por ácaros e pulgões. Os folhetos macios costumam atrair caracóis.


Vídeo: Проломник мохнатый. Краткий обзор, описание характеристик, где купить androsace villosa (Junho 2021).