Jardim

Kalmia


Uma Kalmia no jardim


Cerca de uma dúzia de arbustos pertencem ao gênero Kalmia, originário da América do Norte e Central; as espécies mais cultivadas no jardim são K. angustifolia, um arbusto sempre-verde, com pequenas folhas ovais ou lanceoladas, verde-escuro ou verde-claro. Desde o final da primavera até o ápice dos galhos, os kalmie produzem grandes inflorescências em forma de guarda-chuva, consistindo de numerosas flores rosa ou brancas, com uma forma arredondada e achatada. A floração dura algumas semanas e é muito vistosa. Existem variedades com flores particularmente grandes, ou de cores incomuns, mesmo variegadas ou em camadas.

Grow Kalmia



O gênero kalmia Pertence à família dos ericáceos, como a maioria dos outros ericáceos, também essa variedade precisa ser cultivada em solo específico para plantas acidófilas; se moramos em uma área com solo muito rico em calcário ou caracterizado por água muito dura, será necessário colocar o arbusto em uma panela para verificar periodicamente a acidez do solo e, se necessário, substituí-lo completamente. O cultivo em vasos não compromete o desenvolvimento da planta, também por ser um arbusto de crescimento lento, que pode permanecer em um recipiente cujo tamanho não é excessivo, mesmo por alguns anos. De qualquer forma, recomendamos um vaso em forma de sino com um diâmetro de pelo menos 35-40 cm, para evitar que o pão de barro ao redor das raízes seja excessivamente reduzido e, portanto, a planta esteja sujeita a secas ou sofra durante os meses frios.
Um bom solo para plantas acidófilas é preparado misturando pelo menos 3 partes de turfa com uma parte do solo universal, uma parte do esterco e uma parte da pedra-pomes; dessa forma, teremos um solo com baixo pH, rico e bem drenado, para não manter o solo excessivamente embebido em água.

Exposição



A Kalmia não tem medo do frio e pode suportar geadas mesmo em tensão; Ocasionalmente, pode acontecer que durante invernos particularmente frios e longos, alguns galhos sejam arruinados: no final do inverno, removeremos as partes enegrecidas ou secas devido ao frio, para favorecer o desenvolvimento de novos galhos saudáveis.
Essas plantas devem ser plantadas em um local parcialmente sombrio, mas claro, onde possam desfrutar de pelo menos algumas horas de sol por dia, possivelmente nas horas mais frias do dia.

Rega



A rega deste tipo de planta será bastante regular, de março a outubro, evitando contudo saturar o solo com água e tentando intervir apenas quando o substrato estiver bem seco. Essas plantas podem suportar facilmente curtos períodos de seca.
Verifique se a água não se acumula e compromete a saúde da planta.

Multiplicação


Este tipo de planta pode ser multiplicado através da técnica de estacas semi-lenhosas. Para poder enraizar as novas plantas, é bom preparar uma mistura de turfa e areia, onde as novas plantas terão que ser enraizadas antes de serem plantadas permanentemente.

Doenças e adversidades



Essa variedade pode ser afetada pelo ataque de pragas e insetos que podem ser efetivamente combatidos com o uso de pesticidas específicos, a serem utilizados principalmente antes da floração. Se houver excesso de umidade, também podem aparecer doenças fúngicas que podem causar uma rápida deterioração da planta.


Vídeo: kalmia kid - chloe moriondo (Junho 2021).