Generalitа


Família que inclui cerca de cinquenta espécies de orquídeas, principalmente terricolous, originárias da África, Ásia, Austrália e ilhas do Oceano Pacífico. Possui pseudobulbos carnudos, geralmente reunidos em grandes grupos, as folhas são longas e muito decorativas, de cor verde clara; na primavera, produz uma haste longa no final da qual numerosas flores de tamanho considerável florescem, de cor branca, verde, amarela ou rosa. As pétalas externas são estreitas e longas, voltadas para cima, a partir da qual parte um labelo trilobato, geralmente de cor contrastante, enroladas em formato cilíndrico, geralmente com extremidade ondulada e cor mais escura.

Exposição



Esta orquídea adora as posições sombreadas, adapta-se bem tanto em posições pouco iluminadas quanto em locais muito iluminados, o importante é mantê-la longe dos raios diretos do sol que podem queimar flores e folhas. Adora o clima temperado, com temperaturas mínimas em torno de 10 ° C, embora possa suportar temperaturas mais baixas por curtos períodos; em locais onde o inverno é particularmente ameno, você pode tentar cultivá-lo no jardim, em campo aberto, tomando cuidado para repará-lo durante o inverno e escolher espécies particularmente rústicas.

Rega



As orquídeas phaius precisam de quantidades abundantes de água, especialmente no período de março a outubro; portanto, é aconselhável regá-las todas as semanas, verificando frequentemente o solo para evitar que seque muito entre uma rega e outra; evite água estagnada que possa causar podridão das raízes. É aconselhável ter muito cuidado para nunca molhar as folhas e flores, que seriam manchadas irreparavelmente. Forneça fertilizante para orquídeas toda semana, misturado com a água dos aspersores.

Terra


Um dos aspectos fundamentais a serem considerados ao decidir cultivar uma orquídea é a escolha do solo. O solo é a principal fonte de suporte da planta e, por esse motivo, é bom optar por um substrato capaz de responder às necessidades específicas da planta. Para cultivar a orquídea phaius, é bom escolher um solo bem equilibrado, muito macio e drenado; é aconselhável colocar um material grosso no fundo do vaso para aumentar a drenagem; além disso, é aconselhável adicionar ao solo de perlita, areia e esfagno para clarear e arejar o solo. Todas essas atenções permitirão que a orquídea phaius cresça de maneira ideal. Essas orquídeas geralmente precisam ser repotadas a cada 2-3 anos, para permitir um crescimento exuberante e garantir uma boa floração.

Multiplicação



A multiplicação de phaius ocorre pela divisão dos tufos de rizomas, tendo o cuidado de deixar algumas raízes em cada porção produzida. No final da floração, também é possível enraizar o caule floral, colocando-o em local úmido e sombrio, em um saco plástico cheio de areia.

Phaius: Pragas e doenças


Agora vamos ver quais doenças e pragas a planta poderia desenvolver.
Essas orquídeas são freqüentemente atingidas pelo cochonilha e também pelos afídeos, se cultivadas no exterior também prestam atenção às lesmas e ao oziorrinco.

Vídeo: Fases do desenvolvimento de Phaius tankerville, Calanthe vestita e Ludisia discolor Pt1 (Setembro 2020).