Generalitа


Pequena orquídea terrestre difundida na Europa e Ásia; ao gênero orchys pertencem algumas espécies de orquídeas difundidas na Europa, Ásia e norte da África, unidas por flores bastante semelhantes. Possui hastes eretas, cilíndricas, de 15 a 25 cm de altura, de cor verde claro, levemente tingidas de púrpura no ápice, que crescem a partir do centro da roseta basal, consistindo de numerosas folhas ovais alongadas, verde brilhante, levemente carnuda. Do final da primavera até o início do verão, nas hastes, numerosas pequenas flores roxas, brancas ou rosadas florescem, com sépalas e pétalas verdes listradas; o labelo é muito aumentado, com bordas onduladas ou desgastadas, com pequenos pontos roxos escuros. As flores são seguidas pelas cápsulas que contêm as sementes. Essas orquídeas são encontradas com bastante facilidade nos bosques e pastagens de nossa península, mas são espécies ameaçadas e, portanto, é aconselhável evitar danificar as plantas ou erradicá-las. Se você deseja cultivar essas orquídeas em lojas especializadas, existem amostras de estufa disponíveis ou você pode admirá-las na natureza.

Exposição



A posição em que colocar nossas plantas é um fator importante a ser levado em consideração, porque é precisamente com base no local em que elas são colocadas que eles terão um desenvolvimento bom ou ruim. O local ideal para cultivar Orchis morio é em pleno sol ou em sombra parcial; em geral, as plantas em pleno sol tendem a se desenvolver mais em altura do que as da sombra, graças à luz que recebem diariamente. Estas orquídeas não temem particularmente o frio, para que possam ser deixadas ao ar livre mesmo durante os invernos rigorosos. Dedique mais atenção às plantas em caso de vento frio intenso ou geada.

Rega


Quanto à rega, quando cultivadas no solo, as orquídeas ficam satisfeitas com a água da chuva; enquanto as amostras cultivadas em recipientes ou vasos podem precisar de irrigação, especialmente durante o período vegetativo. Para evitar, em qualquer caso, rega excessiva que daria origem a podridão radical.

Terra


Quando se deseja cultivar uma orquídea, um aspecto de importância fundamental é a escolha do solo. Isso ocorre porque as plantas adquirem os nutrientes necessários para viver e se desenvolver da melhor maneira possível a partir do solo. Use um bom solo de jardim, misturado com areia ou outro material incoerente, como perlita, pedra-pomes ou lapillus. As raízes dessas orquídeas podem se desenvolver muito, tornando-se estolões gordurosos; portanto, é aconselhável cultivá-las em grandes recipientes para permitir que o sistema radicular se desenvolva sem problemas e sem restrições.

Multiplicação



A multiplicação do Orchio morio geralmente ocorre dividindo os pedaços, prestando atenção à manutenção de um bom sistema radicular para cada porção produzida. Essas orquídeas também podem ser propagadas por sementes.

Orchys morio: Pragas e doenças


Geralmente, o Orchys morio não é atacado por pragas ou doenças. Como todas as espécies de orquídeas, preste atenção às estagnações da água que podem causar podridão radical se as regas forem muito abundantes.


Vídeo: L' orchis bouffon Anacamptis morio (Junho 2021).